Sustentabilidade Social * Por Flavia Suano de Carvalho

Sustentabilidade Social é um  conjunto de ações que visam melhorar a qualidade de vida da população com um todo. Estas ações tem como proposito diminuir as desigualdades sociais, ampliar os direitos e garantir acesso aos serviços  de educação, saúde, e outros que visam possibilitar as pessoas ao acesso pleno à cidadania.

Sabe-se que essas  ações sustentáveis socialmente não são importantes apenas para as pessoas menos favorecidas, ou seja, possuem a capacidade de melhorar a qualidade de vida de toda população.

Sendo assim todos tem direitos iguais. Um dos exemplos mais comuns é a diminuição da violência proporcionalmente à ampliação do sistema público educacional de qualidade, a implantação de projetos educativos e sociais gratuitos, investimentos em educação pública, visando à qualidade do ensino, programas voltados para a inclusão social, principalmente de pessoas portadoras de necessidades especiais, cursos de qualificação de jovens, principalmente cursos gratuitos de língua estrangeira, informática e etc.,

Investimentos governamentais em saneamento básico, garantindo tratamento de esgoto e acesso à água potável, como também acesso a energia elétrica para pessoas que não tem acesso a estes serviços, projetos de qualificação profissional, principalmente para trabalhadores que se encontram desempregados, entre tantas outras ações que beneficie a sociedade.

Quando se pensa em sustentabilidade, a primeira coisa que vem em mente é a preservação ambiental. Mas é preciso destacar que, ainda que seja um ponto importante isso não é tudo.
Foi a partir da consciência de que tanto as pessoas quanto o ambiente em que vivem merecem atenção, que surgiu o conceito da sustentabilidade social.
Outro ponto a ser dito é o investimento em programas voltados às questões ambientais — como financiamentos para  benefícios de agricultores e ações de conscientização sobre a importância da preservação da água — e às questões educativas — participando da construção de uma visão crítica dos hábitos de vida e de consumo, a fim de se incutir a noção de uma cultura mais igualitária nos estudantes, por exemplo. 
 
É importante reforçar que a sustentabilidade social, assim como a ambiental, depende também de todos, cada um devendo fazer a sua parte e incentivar os outros a fazerem o mesmo, já que a mobilização é um fator muito importante para a efetivação dessas propostas.
É questionando padrões e cobrando mudanças que podemos ajudar na construção de uma sociedade sustentável.
Flavia Suano

Formada em Administração de Empresas

Membro Ideiando.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *