Mundo Corporativo: Os impactos sobre a onda digital e tecnológica – Por Cássio Valério Soares

Sobre o impacto da 4ª Revolução Industrial, o mundo se transforma radicalmente. A revolução tecnologia está transformando a nossa vida, o nosso trabalho e a forma em que nos relacionamos. As organizações que estão voltadas ao atendimento das necessidades da população, pode-se dizer que: “nenhum negócio é imune às mudanças da era digital, o que faz com que a gestão ou as estruturas organizacionais tenha de ser repensada ou recriada sobre uma nova ótica.” (Solange Calvo 2017). Repensar ou recriar, nos indica que o Mundo Corporativo de uma organização na área tecnológica não pode ser simplesmente mais um silo, mas deve-se atenuar a um planejamento estratégico para acompanhar a revolução tecnológica e a revolução digital.

Surpreendentemente vivemos um momento histórico em que a tecnologia e a era digital estão em transformação, pois as organizações se quiserem competir de forma de igualdade, terá que se tornar o seu negócio em um negócio digital, fazendo com que as organizações se reinventem, e isso significa abraçar cloud computing, analytics, dispositivos mobile, Internet das Coisas, inteligência artificial, marketing digital e outras ferramentas relacionadas. (Mike Brinker, líder global da Deloitte Digital)

E o que vem a ser a 4ª Revolução Industrial?

No século 17, era a época das máquinas a vapor, agora falamos da era dos robôs interligados a sistemas cibernéticos, marcada por convergências digitais, tecnológicas, físicas e biológicas.

A industrialização mudará de uma maneira radical e, com ela, o universo do emprego. Os “novos poderes” da transformação virão da engenharia genética e das neurotecnologias, duas áreas que parecem misteriosas e distantes para o cidadão comum.

No entanto, as repercussões impactarão em como somos e como nos relacionamos até nos lugares mais distantes do planeta: a revolução afetará o mercado de trabalho, o futuro do trabalho e a desigualdade de renda. Suas consequências impactarão a segurança geopolítica e o que é considerado ético (G1.com/ 4ªrevolução industrial).

Entretanto para alguns especialistas, a 4ª Revolução Industrial no mundo corporativo não passa de uma extensão da 3ª Revolução Industrial, que está ligada a revolução digital, dos sistemas de computação e grandes ferramentas de gerenciamento e armazenamento de dados.

“A quarta revolução industrial não é definida por um conjunto de tecnologias emergentes em si mesmas, mas a transição em direção a novos sistemas que foram construídos sobre a infraestrutura da revolução digital (anterior)”, diz Schwab, diretor executivo do Fórum Econômico Mundial e um dos principais entusiastas da “revolução”.

Mas o que tem haver a 4ª Revolução Industrial com o Mundo Corporativo?

Em se tratando de Mundo Corporativo, a Revolução Industrial tem tudo haver, estão amplamente interligadas, pois o seu impacto está nas tomadas de decisões das organizações ambas tendem estar alinhadas para que as tomadas decisões sejam produtivas em relação ao seu negócio.  Mundo Corporativo, nada mais é que a estrutura em que uma organização está subdivida, e quais são as suas áreas que compõem o corpo integral voltado para o negócio.

Hoje não tem como estarmos longe dos meios digitais e tão pouco longe das tecnologias de produção. O que vai definir a sua estrutura tecnológica é o seu negócio, pois quanto maior o seu negócio maior será a infraestrutura tecnológica de sua empresa, e a demanda do seu negócio vai especificar e selecionar os colaboradores que compõem a sua estrutura organizacional. Quanto maior a complexidade do seu negócio, maior será o nível de exigências no processo seletivo dos colaboradores que irão compor a sua estrutura organizacional, fazendo que com os colaboradores tenham um maior nível de capital intelectual e capital humano.

Para refletir sobre a era digital e tecnológica, vemo-nos obrigados a estar sempre atualizados com o surgimento de novas tecnologias e com os meios de comunicação, a nossa forma de viver está totalmente diferente de uns trinta anos atrás. Fiquemo-nos alerta, pois na nossa frente haverá sempre uma icognita de como será o futuro no mundo das tecnologias e também no Mundo Corporativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *