Inversão de Valores – * Por Laura Santos

Atualmente a sociedade vive uma grande inversão de valores, ou seja, uma transformação de não sabermos o que é certo ou errado, positivo ou negativo, moral ou imoral. As pessoas não mais reconhecem seus princípios, crenças e valores dentro de si. Impressão que se dá é que o mundo encontra-se de pernas para o ar, uma bipolaridade nunca vista até então.

Hoje nada mais é surpresa, pois com quebra de paradigmas e falta de discernimento tudo parece normal. Normal a política que vivemos, normal a falta de amor e credibilidade com o próximo, normal as mentiras, normal a desonestidade, enfim tudo parece dentro da normalidade. Incrível a aceitação de inversão de valores. Nada mais assusta, pois tudo se encontra de cabeça para baixo.

Não mais se fala em valorização. As pessoas perderam a noção da realidade e o que prevalece atualmente é a desvalorização. Como exemplo, menciono os relacionamentos sem amor, sem emoção, sem ousadia, sem dignidade, sem comprometimento. Os casais não mais se amam, não alimentam a chama da paixão, da compreensão, do respeito. A falta de comunicação clara, objetiva não mais existe.

Com isso percebemos que é necessária uma mudança imediata, um resgate ao passado dos valores e crenças para que possamos ter um futuro melhor. Ainda há tempo para esse resgate!!!

Somos todos culpados por essa crise de valores, vez que permitimos e contribuímos para isso. Precisamos ser o exemplo, fazer a diferença para então cobrarmos os valores a serem resgatados do próximo.

O que falta nas pessoas são a fé, o amor e a espiritualidade e utilizar todas essas ferramentas e transformar o mundo para ser melhor e mais significativo. Devemos ressignificar tudo o que está perdido e dar alma, ou seja, precisamos semear as sementes em terras firmes e com certeza germinarão positividade, energia e vitalidade. Basta compreendermos o verdadeiro significado e cultivarmos atos firmes e concretos. E com a ação positiva de cada pessoa com certeza chegaremos num patamar mais justo e evolutivo. Só assim poderemos modificar essa inversão de valores tão presente na vida das pessoas hoje em dia.

Fonte: Texto publicado em 08/05/2013 no site www.turmadoepa.com.br

LAURA SANTOS é advogada e administradora, pós-graduada em Criminologia, direito do Estado e civil e processo civil, membro da Comissão do Direito do Trabalho da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Cuiabá – Mato Grosso e docente na Faculdade Anhanguera de Cuiabá-MT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *